O meu VE - ebike FLY-600

Local ideal para diário de bordo das bicicletas com motor auxiliar eléctrico
Responder

Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Essas XT90 uso-as para ligar os meus packs de baterias em paralelo. Sao impecáveis. O meu problema é que o pack é amovivel e para servir bem terá obrigatoriamente que ter uma ficha de painel para agarrar à caixa e depois uns conetores que sejam fáceis de ligar e que tenham um mecanismo que não permitam que se soltem.

Todos os conetores tipo xt, bullet, anderson parecem-me feitos para ligações semi-permanentes e devem ganhar folga depois de abusar mecanicamente deles... digo eu...

Estou tentado a apostar nesta solução com estas fichas da neutrik, mas desta vez com conetores autenticos em vez de cópias baratas. Só nao avancei porque nao estou a gostar de ver o + da bateria com os contactos à mostra. Ainda nao desisti de encontrar uma alternativa.


RJSC
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 2374
Registado: terça jun 24, 2008 1:45 pm
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por RJSC »

Se te safas com eletrónica faz um circuito destes:
Imagem
Imagem
http://www.pedelecforum.de/forum/index. ... post-53868

Assim que ligas a ficha, o condensador C1 leva algum tempo a carregar através da resitência R1 e depois ativa o transístor que então carrega os condensadores do controlador e fica pronto a passar toda a corrente que o controlador consome.
Assim só é necessária uma ficha simples com 2 condutores.

Agora para te recomendar um transístor que aguente, tens que me dizer a corrente máxima que isso consome a a tensão máxima do pack.

Avatar do Utilizador

MVS
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 515
Registado: domingo jul 13, 2008 7:01 pm
Localização: Porto
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por MVS »

Quanto aos terminais bullet tens toda a razão apr, ganham rapidamente folga com o uso.

Eu apostaria nuns Anderson Pole SB50. São baratos, prendem bem, dão para 50A (tens ratings superiores) e através de um desenho inteligente não há macho e fêmea é sempre a mesma ficha que liga a outra igual rodada 180 graus. Já os testei em fichas de carregador, ligação de packs e cabos de motor e aquilo não tem hipóteses de ganhar folga. A única critica é o strain relief do cabo que praticamente inexistente (facto comum aos XT90). A ligação dos terminais é cravada para cabo de 1,3mm2 a 13,3mm2 por um alicate barato é fácil de arranjar. Dão para 10.000 conexões o que dá cerca de 7 anos a 4 ciclos ao dia. Dão para fixar uma das fichas paralela a um painel com 2 parafusos em furos passantes na zona central do conector.

Os XT90 parecem bons ao nível na conexão mas os copos de soldadura ficam completamente expostos e têm de ser isolados com manga termo-retráctil. O strain-relief é ainda pior pelo facto de estarem expostos do que no caso dos SB50.

Os Neutrik parecem-me curtos ao nível da amperagem mas têm strain-relief para o cabo. Já testei as cópias baratas e essas são sub-standard para estas aplicações.

Ponho tónica no strain-relief dos cabos porque a maior parte das avarias nas instalações amoviveis estão relacionadas com a falta dele.
Imagem


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Olá, obrigado pelos comentários e sugestões, optei pela resistência para carregar lentamente os condensadores, no entanto 1kohm revelou-se um valor demasiado alto provocando uma queda de tensao na resistência muito alta. No inicio pareceu boa ideia porque assim a tensao no controlador fica abaixo do LVC, mas o arco eletrico continua, apesar de menos intenso. No fim‑de‑semana vou experimentar de novo com uma resistência de 50ohms.

A solução com os mosfets é interessante e fácil, mas se me safar com a resistência o sistema fica mais simples e com menos pontos de falha.

Finalmente, em relação aos conetores comprei uns iguais aos que tinha mas originais. É uma diferença da noite para o dia, apesar de não serem a solução final, estou bem impressionado com a qualidade deles.


RJSC
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 2374
Registado: terça jun 24, 2008 1:45 pm
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por RJSC »

Só com a resistência fica mais simples o circuito mas mais complicada a ligação do pack no dia a dia.
Com o mosfet basta usar uma ficha e a pré carga é feita automaticamente.

Avatar do Utilizador

MVS
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 515
Registado: domingo jul 13, 2008 7:01 pm
Localização: Porto
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por MVS »

A tensão com a resistência de pré-carga deve subir até ao valor total do pack. Se não sobe é porque tens consumo no circuito além da carga do condensadores do DC bus do controlador do motor.

Solução: Separa o fio grosso positivo de power do controlador do fio mais fino que alimentação a secção de controlo do controlador do motor (ás vezes chamado de Enable do controlador). Deves usar um interruptor ou uma chave de ignição que corta este Enable do controlador e eventual alimentação do DC/DC converter para lampadas de 12V se existirem. Assim quando fazes a pré-carga não haverá consumo extra e a tensão nos condensadores do controlador do motor vai subir até ao valor de tensão do pack. Uma resistência de 470 Ohm 10W deverá funcionar bem.
Imagem

Avatar do Utilizador

Jorge Rocha
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 3151
Registado: domingo jul 31, 2011 7:55 pm
Localização: Aveiro
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por Jorge Rocha »

Se o carregador for dos que eleva a tensão ao patamar de tensão de carga, podes carregar os condensadores ligando-o à tomada (como se fosse para um carregamento) e só depois ligar o circuito da bateria.
Para verificares se o carregador funciona desse modo, basta medir a tensão de saída em vazio. Se não aparecer tensão idêntica à nominal da bateria, então nada feito...
Tudo por um mundo mais limpo!


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

MVS, é isso mesmo! Estava a ligar o controlador para ver a tensão no cycle analyst... duhh...

Outra coisa que fiz foi rodar a rack traseira para a frente. Com a bateria no "meio das pernas" a bike esta equilibrada, não faz cavalo e comporta-se muito melhor, está pronta para outro aumento de tensão... He he


luisdacosta
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 517
Registado: sábado nov 23, 2013 8:36 pm
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por luisdacosta »

Olá apr,

Tens aqui uma bike muito bem construida. Parabens.
Eu tenho 2 sistemas para o "anti-spark". O primeiro é um conector tipo "bulet" da marca Jeti, tem uma resitência dentro e aguenta até 300amp, funciona impecavel. O outro utiliza uma resistencia de 150 ohm 10w, ativo atraves de um botão (5 seg) e depois ligo a bateria ao controlador.

Luis.


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Obrigado Luis, a versão anti spark que fiz foi a mais simples e barata de todas e funciona lindamente. Talvez um dia quando arranjar um sistema a serio para fixação do pack faça uma coisa mais elaborada.

Fora isso agora quero ver kms a aumentar, este inverno já andei de "poncho" à chuva durante semanas seguidas, não é tão mau quanto parece... é pior :D


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Boas,

A fly completou 2 anos de vida:

Imagem


Tenho mantido o ritmo de Km desde que a comprei o que quer dizer que a novidade virou rotina, é sem dúvida nenhuma a minha primeira escolha no que toca a mobilidade (sempre que me é permitido escolher, claro).

Estes Km em 2 anos podem não parecer impressionantes à primeira vista, mas tendo em conta que todas estas viagens foram feitas sempre pelo caminho mais otimizado, sem voltas redundantes à procura de estacionamento, sem desvios por causa de transito, com alguns atalhos meio duvidosos, não tenho dúvida que com um carro gastaia sem grande esforço o dobro dos Km's.

Ultimamente virei-me para outras andanças elétricas por isso deixei alguns "projetos" por acabar, o boost pack ficou na gaveta, a caixa para as baterias também. mesmo o anti-spark com a resistência partiu-se há meses e ainda nem o arranjei...

Mesmo assim com alguma negligência a fly tem sido super robusta desde a sua transformação, estou muito impressionado com a qualidade geral de um sistema elétrico onde não há praticamente nada que possa falhar.


Em termos de rotina andava a desperdiçar voltas de exercicio à borla e agora o regresso a casa é sempre a pedalar sem assistência elétrica, assim consegue-se aproveitar um tempo "morto" que é o regresso a casa para fazer exercicio, e como esta tem um "hub" a gerar resistencia a cada pedalada é preciso bastante esforço para a levar sem eletrões. Portanto para lá sempre a fundo a 50, para cá sempre a pedalar a 15.


Agora, nas minhas pedaladas de regresso verifico que estou a gerar energia que não está a ser "captada" para a minha bateria, por esta ter uma tensão muito alta. De que forma poderia captar a energia que gero para carregar a mesma? Uma ideia era dividir partir o pack em 3 e configurá-lo em 6s paralelo, ficava com 22V aos terminais do controlador, mas não consigo porque configurei o pack em 18s permanente. Há outra forma sem mexer no pack?


RJSC
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 2374
Registado: terça jun 24, 2008 1:45 pm
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por RJSC »

O Leaf do Apr tem uma, o meu tem duas companheiras de viagem:
Imagem

Mas são 100% "muscle power"...

Avatar do Utilizador

Celestino
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 914
Registado: sábado jun 23, 2012 7:30 pm
Localização: Aveiro
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por Celestino »

RJSC Escreveu:...
Mas são 100% "muscle power"...
Por enquanto... ;)
:mrgreen:
=> Automóvel Eléctrico
=> Micro Produção Fotovoltaica
=> Painel Solar AQS
=> Aquecimento central a Pelets
______________________________________


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Andas metido com duas ao mesmo tempo? E tens pedalada para as duas?? :D


RJSC
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 2374
Registado: terça jun 24, 2008 1:45 pm
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por RJSC »

É uma para mim e outra para a cara metade não ir a correr ao lado. :D


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Este fim de semana, após ~6 meses de uso das minhas bateria LiPO, resolvi balanceá-las, não era que estivessem com tensões muito fora, algumas dezenas de mA, mas nunca tinha feito e estava a sentir que faltava alguma capacidade ao pack. Carreguei-as normalmente e depois fui colocando cada pack individual a carregar no carregador RC. Demorei um dia inteiro!

Ontem e hoje a andar na bike como de costume, registei os seguintes valores de consumo:
Imagem

Daqui dá para tirar a eficiência do meu carregador - 78%
O meu pack tem 13Ah, gastei 9,5Ah que corresponde a 73% da carga.

Agora como consigo estimar a capacidade restante disponivel no pack? Pela tensão final de 65,8V não bate certo com algumas curvas de descarga LiPO que estão no google images.


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

A tensão média por celula no final da viagem é de 3,65v, ainda com alguma folga para o minimo "recomendado" de 3,5v.

Estou contente, pensei ter menos capacidade util.


Njay
Membro Gold
Membro Gold
Mensagens: 1981
Registado: sábado nov 17, 2007 9:46 pm
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por Njay »

apr Escreveu:Agora, nas minhas pedaladas de regresso verifico que estou a gerar energia que não está a ser "captada" para a minha bateria, por esta ter uma tensão muito alta. De que forma poderia captar a energia que gero para carregar a mesma?
A "energia que tu geras" gasta-la toda a fazer o veiculo andar ;)
Se começares a fazer regeneração, vai começar a ser mais dificil pedalar... topas ;)?
Copyright (c) Njay 2012-2015
Um dia o dinheiro será substituído por Conhecimento.
Aprilia RS125e
Troniquices.wordpress.com

Avatar do Utilizador

Jorge Rocha
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 3151
Registado: domingo jul 31, 2011 7:55 pm
Localização: Aveiro
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por Jorge Rocha »

Njay Escreveu: A "energia que tu geras" gasta-la toda a fazer o veiculo andar ;)
Claro, os atritos do motor e seu peso nunca poderiam ser ignorados (não dá para os aproveitar)

apr Escreveu:Agora como consigo estimar a capacidade restante disponível no pack?
Pela tensão nunca se consegue saber com segurança a capacidade restante.
A melhor forma para a determinar, é mesmo pelo medidor de Ah. Sabendo quanto tem na sua totalidade (fazendo uma descarga total), facilmente será determinada a capacidade restante (por uma subtracção da total com a actual).
Tudo por um mundo mais limpo!


Autor do tópico
apr
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 251
Registado: domingo jul 29, 2012 10:40 am
Estado: Desligado

Re: O meu VE - ebike FLY-600

Mensagem por apr »

Jorge Rocha Escreveu:
Njay Escreveu: A "energia que tu geras" gasta-la toda a fazer o veiculo andar ;)
Claro, os atritos do motor e seu peso nunca poderiam ser ignorados (não dá para os aproveitar)

Vamos por a questão por outro prisma, eu estou a fornecer energia para bicicleta andar + energia adicional para vencer a resistencia que o motor provoca ( e não é pouco). Se o motor roda, gera energia. Para onde vai essa energia?

Por outro lado, por experiencia empirica, verifico que se a tensão resultante do motor em movimento for superior à tensão aos terminais da bateria, então é gerada uma corrente que carrega a bateria. Eu via muito esse fenomeno quando andava com a bateria de 36v

A minha questão é: agora que ando a fornecer energia externa ao sistema, como posso captar a energia do motor bldc?


Obg!

Responder

Voltar para “e-bike”