O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Tudo que seja relacionado com Projectos



Avatar do Utilizador

uggabugga
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 612
Registado: sexta mar 20, 2009 11:09 pm
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por uggabugga » segunda mar 30, 2009 6:44 pm

boa tarde,

respondendo ao cblfreitas e como fui eu que criei a "confusão do cartão" vou tentar esclarecer. o cartão apenas é colocado quando é feita a "ligação final" pela edp e é colocado pela própria edp sem encargos nem responsabilidade ou interferência de mais ninguém. eventualmente pode ser aconselhavel estar presente o técnico responsável pela instalação para o caso de algo correr mal mas julgo não ser obrigatório. no meu caso não esteve ninguém.
estou a chamar-lhe "ligação final" porque é a partir desse momento que é ligado o disjuntor junto ao inversor e o interruptor do inversor propriamente dito, dando-se nesse momento início à produção, sendo a contagem transmitida através do respectivo cartão em intervalos de 15 minutos para a central. ou seja, é a partir desse momento que começa a cair o "pilim". no entanto todo o sistema já estava nessa altura em condições de funcionar (durante a inspecção pela certiel é garantido que todo o sistema já funciona)
creio que a operadora é a opimus (não tenho a certeza), no entanto esse é um processo que nos passa completamente ao lado. apenas pode ser importante como curiosidade (não tem custos de comunicação associados, pelo menos da nossa parte).
por isso é que por vezes custa tanto estar à espera quando todo o sistema já está em condições de produzir. pode inclusivé ser ligado (basta ligar o disjuntor e o inversor) e já injecta electriciddade na rede - simplesmente não se recebe nada porque não é contada. no meu caso foram exactamente 48 dias desde a inpecção da certiel até à ligação. e a lei impoe prazos que não foram cumpridos...
portanto quando eu falei de "o cartão poder não querer entrar" estava a ser um bocadinho irónico atendendo à situação - o cartão entra sempre. se não entrar é problema da edp...

passando agora a números concretos:
a produção inicial (só funciona há 4 dias) superou todas as minhas expectativas. reconheço que o tempo tem estado excelente, mas mesmo assim...
já tinha visto aqui alguns valores que me tinham agradado mas desconheço (e sempre tive curiosidade) as características e potências dos equipamentos, por isso pela minha parte vou fornecer esses dados.

hoje não estive em casa, não faço ideia do que se passou. no entanto, nos 3 dias de observação (sexta, sábado e domingo) o sistema produziu respectivamente 19000, 24800, 25100 watt (na sexta houve algumas nuvens ligeiras durante o dia, daí a diferença).


resta dizer que tenho 22 painéis de 175watt (total 3850 watt) e um inversor com uma potência nominal de 3450w (que é a que conta para efeitos de limite de potência legal, embora por volta do meio-dia com sol consiga ultrapassar ligeiramente esse valor).

não sei se me esqueci de algum pormenor importante... alguma curiosidade, disponham..

cumprimentos e muitos dias de sol



Valter Silva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 404
Registado: segunda ago 11, 2008 12:05 pm
Localização: Curia - Anadia - Bairrada!
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por Valter Silva » segunda mar 30, 2009 8:50 pm

uggabugga Escreveu:boa tarde,

respondendo ao cblfreitas e como fui eu que criei a "confusão do cartão" vou tentar esclarecer. o cartão apenas é colocado quando é feita a "ligação final" pela edp e é colocado pela própria edp sem encargos nem responsabilidade ou interferência de mais ninguém. eventualmente pode ser aconselhavel estar presente o técnico responsável pela instalação para o caso de algo correr mal mas julgo não ser obrigatório. no meu caso não esteve ninguém.
estou a chamar-lhe "ligação final" porque é a partir desse momento que é ligado o disjuntor junto ao inversor e o interruptor do inversor propriamente dito, dando-se nesse momento início à produção, sendo a contagem transmitida através do respectivo cartão em intervalos de 15 minutos para a central. ou seja, é a partir desse momento que começa a cair o "pilim". no entanto todo o sistema já estava nessa altura em condições de funcionar (durante a inspecção pela certiel é garantido que todo o sistema já funciona)
creio que a operadora é a opimus (não tenho a certeza), no entanto esse é um processo que nos passa completamente ao lado. apenas pode ser importante como curiosidade (não tem custos de comunicação associados, pelo menos da nossa parte).
por isso é que por vezes custa tanto estar à espera quando todo o sistema já está em condições de produzir. pode inclusivé ser ligado (basta ligar o disjuntor e o inversor) e já injecta electriciddade na rede - simplesmente não se recebe nada porque não é contada. no meu caso foram exactamente 48 dias desde a inpecção da certiel até à ligação. e a lei impoe prazos que não foram cumpridos...
portanto quando eu falei de "o cartão poder não querer entrar" estava a ser um bocadinho irónico atendendo à situação - o cartão entra sempre. se não entrar é problema da edp...

passando agora a números concretos:
a produção inicial (só funciona há 4 dias) superou todas as minhas expectativas. reconheço que o tempo tem estado excelente, mas mesmo assim...
já tinha visto aqui alguns valores que me tinham agradado mas desconheço (e sempre tive curiosidade) as características e potências dos equipamentos, por isso pela minha parte vou fornecer esses dados.

hoje não estive em casa, não faço ideia do que se passou. no entanto, nos 3 dias de observação (sexta, sábado e domingo) o sistema produziu respectivamente 19000, 24800, 25100 watt (na sexta houve algumas nuvens ligeiras durante o dia, daí a diferença).


resta dizer que tenho 22 painéis de 175watt (total 3850 watt) e um inversor com uma potência nominal de 3450w (que é a que conta para efeitos de limite de potência legal, embora por volta do meio-dia com sol consiga ultrapassar ligeiramente esse valor).

não sei se me esqueci de algum pormenor importante... alguma curiosidade, disponham..

cumprimentos e muitos dias de sol
falta só dizer a zona do país (+/-) e se tens ou não seguidor
abraço
Tell me and I forgot, show me and I remember, involve me and I understand. Provérbio chinês
Yaris 1.4 D4D 75HP
Imagem

Avatar do Utilizador

jmal
Membro Platinium
Membro Platinium
Mensagens: 8390
Registado: segunda nov 12, 2007 4:09 pm
Localização: Caldas da Rainha
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por jmal » segunda mar 30, 2009 9:11 pm

uggabugga seria melhor criares um tópico sobre o teu sistema nesta mesma secção, "projectos", assim tínhamos mais dados sobre o teu sistema e também não interferíamos neste tópico do ajosemor.
Cumps Inovadores
Vectrix VX1 Limited - 8 kwh - 20000 kms


cblfreitas
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 157
Registado: segunda jun 23, 2008 1:36 pm
Localização: Centro
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por cblfreitas » segunda mar 30, 2009 9:32 pm

eu agradeço a resposta, pois na verdade estava convencido de que era o produtor a colocar o cartão e a pagar a factura mensal de gsm para as contagens.

continuação de boa produção.

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » segunda mar 30, 2009 10:34 pm

por mim desde que a informação seja complementar não vejo qualquer inconveniente.
estou desejoso de começar a produzir... por razões óbvias e tenciono colocar neste fórum a produção obtida, numa fase inicial, numa base diária e, posteriormente, em período mensal.
muito gostaria até para uma boa informação aos futuros produtores que muitos mais o fizessem.

já agora o meu sistema é constituido por 18 painéis de 220 w e um inversor de 3800 limitado a 3680 w.

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » terça mar 31, 2009 12:12 pm

hoje dia 31/3/09 foi publicado no site "renovaveisnahora" a aprovação da instalação.
aguardo agora o contrato de fornecimento com a edp para que esta dê em seguida ordem de ligação. uf... começo a ver a luz ao fundo do túnel.

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » sexta abr 03, 2009 11:14 pm

caro uggabugga, não o fiz na altura mas não quero deixar de aqui registrar o meu agrado pela tua intervenção de 21 de março. bem escrito, com muita lisura e sem qualquer ofensa seja a quem for. os meus parabéns.
tenho curiosidade de saber o que aconteceu a 27 e, não posso deixar de sugerir que envies uma cópia em carta à direcção comercial da edp. são factos expostos com dignidade e que podem ajudar a afinar procedimentos naquela empresa.
nós nem sempre nos apercebemos mas por vezes os nossos interlocutores têm idéias acerca da melhoria dos processos que as nossas criticas ajudam a "colocar nos carris".
o teu fornecedor de energia não era a edp 5d?
sei de pelo menos uma entidade no circuito que bem gostaria do o simplificar mas não consegue...
pela minha parte estou a reunir idéias para dirigir uma carta à certiel, talvez com conhecimento à dgge, sobre procedimentos que me parecem incorrectos e penalizadores de quem investe o seu dinheiro neste processo e do próprio país que importa equipamentos que se colocam em funcionamento para lá do tempo razoável.

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências


Valter Silva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 404
Registado: segunda ago 11, 2008 12:05 pm
Localização: Curia - Anadia - Bairrada!
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por Valter Silva » terça abr 07, 2009 2:36 pm

ajosemor Escreveu:hoje dia 31/3/09 foi publicado no site "renovaveisnahora" a aprovação da instalação.
aguardo agora o contrato de fornecimento com a edp para que esta dê em seguida ordem de ligação. uf... começo a ver a luz ao fundo do túnel.

saudações
caro ajosemor,



a aprovação da minha instalação ficou disponivel no dia 2 de abril (2 dias após a tua)...
para podermos comparar a lentidão/celeridade do processo, peço-lhe que "poste" quando receber o contrato para assinar. eu farei exactamente o mesmo:)
obrigado


valter
Tell me and I forgot, show me and I remember, involve me and I understand. Provérbio chinês
Yaris 1.4 D4D 75HP
Imagem

Avatar do Utilizador

uggabugga
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 612
Registado: sexta mar 20, 2009 11:09 pm
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por uggabugga » terça abr 07, 2009 11:16 pm

caro ajosemor,
a ligação do meu sistema foi efectuada um dia mais cedo do que estava inicialmente previsto. embora estivesse marcada para o dia 27, fui contactado pela edp no dia 25 para tentar alterar a marcação para 26, o que acabou por acontecer. o problema que se levantava é que o técnico responsável pela obra não iria estar presente pois já tinha compromissos marcados para essa data. desta vez, segundo a edp, não era necessário.
por isso é que escrevi mais atrás que julgo não ser obrigatório e que no meu caso não esteve ninguém. correu tudo bem e por volta das 15:30 o sistema começou a funcionar. nesse dia (26) ainda marcou 3 kw. as restantes contagens estão indicadas acima.
o meu fornecedor é e sempre foi a edp universal, sei que tem havido alguns problemas com outros, mas não é o meu caso, portanto o problema não veio daí. de qualquer modo, não posso provar nada quando eles dizem que enviaram. a verdade é que um envelope do tamanho a4 nunca mais nunca mais se viu... talvez ainda cá chegue um dia.
de qualquer modo, isso já é passado, agora é olhar para a frente, o resto é para esquecer...
se fosse hoje teria feito de modo diferente: no “site” da certiel existe um número de telefone do responsável pela microgeração da edp. uma vez que já tens a instalação aprovada há alguns dias não perdes nada (se ainda não te chegou o contrato) em telefonar para lá e eles informam-te do estado em que isso está. ( o mesmo para o valter silva ). para evitar surpresas...

cumprimentos,
josé castro

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » sábado abr 11, 2009 4:12 pm

valter silva escreveu:
caro ajosemor,



a aprovação da minha instalação ficou disponivel no dia 2 de abril (2 dias após a tua)...
para podermos comparar a lentidão/celeridade do processo, peço-lhe que "poste" quando receber o contrato para assinar. eu farei exactamente o mesmo:)
obrigado


valter
lamento mas apenas hoje li o "post" e neste momento já me encontro ligado.
se ainda não o foste mete-se a páscoa com muitos dias de ponte pelo meio sendo capaz de vir a dar uma diferença significativa.
estou a recolher os dados para podermos comparar as produções embora esta época esteja a ter vários dias nublados e chuvosos que a afectarão. faz parte do ciclo, mas só agora começaremos a perceber o seu real significado.

logo que possível colocarei aqui algumas fotos e a cronologia do caminho percorrido. houve fases em que tive de me acalmar pois a máquina está sempre pesada e lenta para quem espera.

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências


Valter Silva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 404
Registado: segunda ago 11, 2008 12:05 pm
Localização: Curia - Anadia - Bairrada!
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por Valter Silva » sábado abr 11, 2009 9:14 pm

ajosemor Escreveu:valter silva escreveu:
caro ajosemor,



a aprovação da minha instalação ficou disponivel no dia 2 de abril (2 dias após a tua)...
para podermos comparar a lentidão/celeridade do processo, peço-lhe que "poste" quando receber o contrato para assinar. eu farei exactamente o mesmo:)
obrigado


valter
lamento mas apenas hoje li o "post" e neste momento já me encontro ligado.
se ainda não o foste mete-se a páscoa com muitos dias de ponte pelo meio sendo capaz de vir a dar uma diferença significativa.
estou a recolher os dados para podermos comparar as produções embora esta época esteja a ter vários dias nublados e chuvosos que a afectarão. faz parte do ciclo, mas só agora começaremos a perceber o seu real significado.

logo que possível colocarei aqui algumas fotos e a cronologia do caminho percorrido. houve fases em que tive de me acalmar pois a máquina está sempre pesada e lenta para quem espera.

saudações
ligado??? ?????

eu ainda nem o contrato recebi !!! tivemos diferença de 2 dias na aprovação, como é possível já estares ligado se eu ainda nem o contrato recebi !!
segunda feira vou telefonar para os tipos para os "melgar"....

mesmo assim foi muito rápida a tua ligação!! desde o dia da aprovação à ligação foram 10 dias!!
Tell me and I forgot, show me and I remember, involve me and I understand. Provérbio chinês
Yaris 1.4 D4D 75HP
Imagem

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » domingo abr 19, 2009 11:34 pm

desde a ligação constatei o seguinte:

1.o inversor também consome energia da rede de distribuição pública daí o contador ser bi-direccional. não se guiem portanto pela produção indicada pelo inversor. porque a energia consumida vai ser contabilizada, só não sei como será tarifada pois ainda não recebi nenhuma factura.

2. em algumas situações o meu inversor desliga-se da rede ficando algum tempo a verificar a tensão da mesma e religando-se ao fim de poucos minutos. perco produção e aumento o consumo. o código do erro que aparece é o que indica que o inversor esteve durante 10 min com uma tensão igual ou superior a 253 v. é dito que esta segurança se destina apenas à alemanha mas a verdade é que está activa. acho bem, mas vou ter que ver melhor o problema. técnicos espanhóis da empresa espanhola atribuem a situação ao facto de a tensão da rede estar, no ponto de injecção, muito alta. ou seja, como o inversor injecta com uma tensão alguns volt acima da tensão da rede, se esta se encontrar perto do limite superior, atinge o valor que provoca a situação descrita. vou pedir à edp que analise a tensão da rede para se encontrar uma solução. hoje houve uma boa produção e tanto quanto me apercebi não houve disparos e a tensão estava boa.
como a minha zona é residencial e é domingo pode significar que com as pessoas em casa o consumo terá sido maior originando uma maior queda de tensão e portanto uma tensão mais baixa no ponto de injecção.

3. optei por colocar o inversor no sótão por simplificar a parte de corrente continua mas para fazer um bom seguimento do funcionamento do sistema vou ter de adquirir um sistema de ligação ao pc, por cabo ou wireless para não andar sempre a subir o escadote. há alguém que possua algum destes processos instalado? gostava de saber como se está a dar e qual o custo do sistema.

4. havendo uma diferença entre a produção indicada no inversor e no contador (até pela queda de tensão nos cabos) e como este último certamente foi calibrado e é o que conta, teremos que basear a nossa avaliação da produção pelo contador. de qualquer maneira não me tendo sido fornecido um certificado da calibração/aferição estou em contacto com o fornecedor para ver se houve algum lapso no não envio.

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » segunda abr 20, 2009 1:02 am

algumas fotos

a casa antes do processo de transformação para a montagem.
a orientação. não é muito visível mas a orientação é norte-sul
Imagem
é a da direita. ainda com a hera (o meu ar condicionado) bem viçosa!
Imagem
depois de partir a chaminé
Imagem
com o painel de aqs encostado acima e á direita e já na montagem dos painéis
Imagem
alterações nos muros para montagem dos contadores no exterior
ImagemImagem
montagem finalizada
Imagem

como podem ver toda a parte do telhado voltada a sul ficou ocupada. mas valeu a pena...

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Avatar do Utilizador

serges
Administrador
Administrador
Mensagens: 15327
Registado: quinta mar 09, 2006 7:15 pm
Localização: Amadora
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por serges » segunda abr 20, 2009 11:00 am

muito bonita a finalização!

gostei pois assim junta o util ao agradavel até acredito que as telhas vão durar mais com esta proteção extra!

parabéns e muitos kws!
40595 a bordo de uma Vectrix.
Procuro pontos de carga para veículos eléctricos, contacte-me! 915001177
Mapa dos pontos de carga


Valter Silva
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 404
Registado: segunda ago 11, 2008 12:05 pm
Localização: Curia - Anadia - Bairrada!
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por Valter Silva » segunda abr 20, 2009 11:21 am

ajosemor Escreveu:desde a ligação constatei o seguinte:

1.o inversor também consome energia da rede de distribuição pública daí o contador ser bi-direccional. não se guiem portanto pela produção indicada pelo inversor. porque a energia consumida vai ser contabilizada, só não sei como será tarifada pois ainda não recebi nenhuma factura.

2. em algumas situações o meu inversor desliga-se da rede ficando algum tempo a verificar a tensão da mesma e religando-se ao fim de poucos minutos. perco produção e aumento o consumo. o código do erro que aparece é o que indica que o inversor esteve durante 10 min com uma tensão igual ou superior a 253 v. é dito que esta segurança se destina apenas à alemanha mas a verdade é que está activa. acho bem, mas vou ter que ver melhor o problema. técnicos espanhóis da empresa espanhola atribuem a situação ao facto de a tensão da rede estar, no ponto de injecção, muito alta. ou seja, como o inversor injecta com uma tensão alguns volt acima da tensão da rede, se esta se encontrar perto do limite superior, atinge o valor que provoca a situação descrita. vou pedir à edp que analise a tensão da rede para se encontrar uma solução. hoje houve uma boa produção e tanto quanto me apercebi não houve disparos e a tensão estava boa.
como a minha zona é residencial e é domingo pode significar que com as pessoas em casa o consumo terá sido maior originando uma maior queda de tensão e portanto uma tensão mais baixa no ponto de injecção.

3. optei por colocar o inversor no sótão por simplificar a parte de corrente continua mas para fazer um bom seguimento do funcionamento do sistema vou ter de adquirir um sistema de ligação ao pc, por cabo ou wireless para não andar sempre a subir o escadote. há alguém que possua algum destes processos instalado? gostava de saber como se está a dar e qual o custo do sistema.

4. havendo uma diferença entre a produção indicada no inversor e no contador (até pela queda de tensão nos cabos) e como este último certamente foi calibrado e é o que conta, teremos que basear a nossa avaliação da produção pelo contador. de qualquer maneira não me tendo sido fornecido um certificado da calibração/aferição estou em contacto com o fornecedor para ver se houve algum lapso no não envio.

saudações
caro ajosemor,


existem tb diferenças nas contagens devido ao erros dos aparelhos, que certamente serão na ordem dos 1%... o que em 100kwh dá 1kwh... o modem e o contador também consomem energia... aliás, isso foi uma das coisas que o inspector foi logo ver: onde estava ligado o modem..... ou seja, para eu pagar a energia dele em vez da edp.....

as perdas nos cabos podem ser facilmente calculadas a partir do seu material, secção e comprimentos.... mas devem rondar os 10w/15w de potência perdida em calor (total)....

quanto ao sistema de contagem.... a empresa que me instalou comprometeu-se a oferecer um sunnybeam (da sma, marca do meu inversor).... o preço acho que ronda os 300€..... se quiseres esperar posso dizer-te como funciona....
mas infelizmente terás de esperar muito... pois ainda nem sequer recebi o contrato

abraço
Tell me and I forgot, show me and I remember, involve me and I understand. Provérbio chinês
Yaris 1.4 D4D 75HP
Imagem

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » segunda mai 04, 2009 6:07 pm

em relação à última intervenção tenho duas novidades:

1. a edp colocou durante uma semana um analisador de rede. amanhã devo conhecer os resultados mas, depois de uns dias fora notei hoje a tensão mais baixa e dentro dos limites que evitam o disparo do inversor. talvez já tenha sido ligado a outra fase ou eventualmente tenham tomado outras medidas. como disse amanhã saberei.

2. recebi a primeira nota de crédito referente aos primeiros dias de produção (ligação a 7 e leitura a 23 de abril) com uma produção de 306 kwh no valor de 203,85 €.
depois de sair, a massa começa a retornar (de onde conheço este termo?) bom, mas desta vez sabe bem.

no entanto as campaínhas soaram. tenho de reler a lei pois parece-me que a edp está a meter o pé na poça. o contador de produção é bi-direcional, como é sabido, e a edp está a subtrair à energia produzida a consumida pelo sistema, o que suponho não está correcto, mas vou verificar e caso tenha dúvidas consultarei a dgeg.

já agora mais um assunto. ando há algum tempo a ver se consigo fazer um seguro aos painéis mas até agora ainda não recebi uma proposta. e estamos em crise...

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » quinta mai 07, 2009 2:45 pm

hoje por volta das 10h40 fêz um mês desde a ligação à rede do me sistema fotovoltaico.
a essa hora a produção acumulada lida no contador foi de 572 kwh. nada mau...
entretanto ainda não consegui saber o resultado da análise da rede efectuada pela edp e constactei vários disparos do sistema por tensão alta que me está a aumentar o consumo da resp e a diminuir a energia injectada. esta tarde vou tentar resolver o assunto.

saudações
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Avatar do Utilizador

uggabugga
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 612
Registado: sexta mar 20, 2009 11:09 pm
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por uggabugga » sexta mai 08, 2009 10:53 pm

ajosemor Escreveu:hoje por volta das 10h40 fêz um mês desde a ligação à rede do me sistema fotovoltaico.
a essa hora a produção acumulada lida no contador foi de 572 kwh. nada mau...
entretanto ainda não consegui saber o resultado da análise da rede efectuada pela edp e constactei vários disparos do sistema por tensão alta que me está a aumentar o consumo da resp e a diminuir a energia injectada. esta tarde vou tentar resolver o assunto.

saudações

em termos de comparação posso-te dizer que durante o mesmo período (7 de abril a 6 de maio) a minha produção
foi de 586 kwh. claro que pode ter a ver com a zona mas possivelmente o problema que tens na rede está a afectar
significativamente a produção. não me parece que em palmela o sol não seja tão bom como aqui... e o teu sistema deve ser um bocadinho superior ao meu em termos de "performance".

haja sol

Avatar do Utilizador

uggabugga
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 612
Registado: sexta mar 20, 2009 11:09 pm
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por uggabugga » sexta mai 08, 2009 11:28 pm

ajosemor Escreveu:desde a ligação constatei o seguinte:

1.o inversor também consome energia da rede de distribuição pública daí o contador ser bi-direccional. não se guiem portanto pela produção indicada pelo inversor. porque a energia consumida vai ser contabilizada, só não sei como será tarifada pois ainda não recebi nenhuma factura.

2. em algumas situações o meu inversor desliga-se da rede ficando algum tempo a verificar a tensão da mesma e religando-se ao fim de poucos minutos. perco produção e aumento o consumo. o código do erro que aparece é o que indica que o inversor esteve durante 10 min com uma tensão igual ou superior a 253 v. é dito que esta segurança se destina apenas à alemanha mas a verdade é que está activa. acho bem, mas vou ter que ver melhor o problema. técnicos espanhóis da empresa espanhola atribuem a situação ao facto de a tensão da rede estar, no ponto de injecção, muito alta. ou seja, como o inversor injecta com uma tensão alguns volt acima da tensão da rede, se esta se encontrar perto do limite superior, atinge o valor que provoca a situação descrita. vou pedir à edp que analise a tensão da rede para se encontrar uma solução. hoje houve uma boa produção e tanto quanto me apercebi não houve disparos e a tensão estava boa.
como a minha zona é residencial e é domingo pode significar que com as pessoas em casa o consumo terá sido maior originando uma maior queda de tensão e portanto uma tensão mais baixa no ponto de injecção.

3. optei por colocar o inversor no sótão por simplificar a parte de corrente continua mas para fazer um bom seguimento do funcionamento do sistema vou ter de adquirir um sistema de ligação ao pc, por cabo ou wireless para não andar sempre a subir o escadote. há alguém que possua algum destes processos instalado? gostava de saber como se está a dar e qual o custo do sistema.

4. havendo uma diferença entre a produção indicada no inversor e no contador (até pela queda de tensão nos cabos) e como este último certamente foi calibrado e é o que conta, teremos que basear a nossa avaliação da produção pelo contador. de qualquer maneira não me tendo sido fornecido um certificado da calibração/aferição estou em contacto com o fornecedor para ver se houve algum lapso no não envio.

saudações

o meu inversor é um "powador 3500xi". aparentemente não tem consumido grande coisa, pois até até à data o contador marca 587 kw de energia exportada e 0 kw de energia importada.
não sei se os inversores das várias marcas têm o mesmo funcionamento mas o meu apenas está ligado quando os painéis o estão a alimentar. fora desse período nem a contagem consigo ver. isso leva-me a pensar que a energia que ele precisa é sempre fornecida pelos painéis. também os 0 kw consumidos (marcados no contador) me levam a pensar isso.
não me lembro agora do valor exacto mas a tensão do inversor vem regulada de fábrica - pode ser alterada - para este começar a funcionar quando atinge os 400v, ou qualquer coisa mais, desligando-se quando passa daí para baixo (o que acontece quando o sol começa a faltar). na minha zona a tensão da rede costuma estar estabilizada por volta dos 240v (mais coisa, menos coisa). essa diferença significativa de tensão tem permitido um funcionamento regular e constante do sistema.
tal como disse o valter silva parece que há uma tolerância de 1% na calibragem entre o inversor e o contador. no meu caso tem sido de 0,6% mas é o contador que tem marcado o valor superior (nesta altura conta mais 4 kw do que o inversor). por isso, este desfasamento também não é relevante.

cumprimentos

Avatar do Utilizador

Autor do tópico
ajosemor
Membro Silver
Membro Silver
Mensagens: 438
Registado: sexta nov 09, 2007 10:29 pm
Localização: Palmela
Estado: Desligado

Re: O meu diário de microprodutor em fotovoltaico

Mensagem por ajosemor » sábado mai 09, 2009 12:52 am

uggabugga escreveu:
o meu inversor é um "powador 3500xi". aparentemente não tem consumido grande coisa, pois até até à data o contador marca 587 kw de energia exportada e 0 kw de energia importada.
não sei se os inversores das várias marcas têm o mesmo funcionamento mas o meu apenas está ligado quando os painéis o estão a alimentar. fora desse período nem a contagem consigo ver. isso leva-me a pensar que a energia que ele precisa é sempre fornecida pelos painéis. também os 0 kw consumidos (marcados no contador) me levam a pensar isso.
não me lembro agora do valor exacto mas a tensão do inversor vem regulada de fábrica - pode ser alterada - para este começar a funcionar quando atinge os 400v, ou qualquer coisa mais, desligando-se quando passa daí para baixo (o que acontece quando o sol começa a faltar). na minha zona a tensão da rede costuma estar estabilizada por volta dos 240v (mais coisa, menos coisa). essa diferença significativa de tensão tem permitido um funcionamento regular e constante do sistema.
tal como disse o valter silva parece que há uma tolerância de 1% na calibragem entre o inversor e o contador. no meu caso tem sido de 0,6% mas é o contador que tem marcado o valor superior (nesta altura conta mais 4 kw do que o inversor). por isso, este desfasamento também não é relevante.

cumprimentos
uggabugga não sei qual a zona geográfica onde está situado o teu sistema pelo que não consigo fazer uma comparação nessa base.
também o que se refere à contagem não sei ainda alguns dados que poderão introduzir alterações significativas. porquê? por várias razões:
1. a contagem indicada pelos fabricantes é apenas indicativa e por isso pouco rigorosa. não me admiraria se trabalhassem com uma classe com um erro de 5%. a contagem da edp tem obrigação de trabalhar com um erro que se a memória não me atraiçoa deverá andar por 0,5 %.
2. quando a instalação foi ligada telefonei ao fornecedor do contador para lhe perguntar se não era habitual enviarem um certificado de aferição do mesmo. a resposta foi de que não, pois estes contadores são parametrizados à distância pela edp. e aqui à outra dúvida, estará a edp a fazer esse trabalho numa única base nacional ou, há mais do que um serviço a fazê-lo e procedimentos que poderão não ser exactamente iguais? penso que é feito centralmente mas não tenho a certeza. os equipamentos consomem todos energia. o contador, o modem nele colocado, e o inversor, embora sendo certo que este último entra em hibernação quando não está a produzir. por outro lado o inversor tem um transformador que origina o consumo de energia reactiva o que no caso do meu contador janz é bem visível pois tem um led especifico para esta energia que lá vai piscando em certas ocasiões. no meu contador, e suponho que em todos, há uma contagem do total da energia, um que ou é da consumida ou da energia reactiva (?), e um outro que indica a diferença. o segundo no meu caso marca 22 kwh. técnicos espanhóis que estiveram a ver o meu disseram já ter visto números muito mais próximos uns dos outros.
acredito que o nº dos disparos está directamente relacionado com o consumo do sistema que fica a comparar as tensões durante cerca de 2 min (variável) até religar o paralelo com a resp.

na 1ª oportunidade tenciono esclarecer estas e outras dúvidas relativas à contagem.
quanto á tensão a minha está efectivamente elevada (na fase de ligação) pois estou perto do posto de transformação. a minha sorte é que sendo saídas relativamente curtas pode-se se necessário baixar um ponto no transformador mas, pela análise já efectuada ainda há outra coisa a fazer antes que é trocar para uma fase que está normalmente a uma tensão mais baixa. de qualquer forma a tensão na fase em que estou ligado excede os 240 volt o que com o inversor a debitar a 6 ou mais volt acima faz com que actue uma protecção que desliga o sistema se a tensão estiver por 10 min igual, ou acima dos 253 volt. com software apropriado é possível alterar aquele limite mas, como portugal vai aderir brevemente à norma europeia de limites mais apertados pode trazer problemas com o distribuidor. será a última solução a adoptar.

ontem 5ª feira em 2 períodos que estive próximo do inversor assisti a 4 cortes, ou seja há dias em que estou a perder produção.
Tendes a LIBERDADE de vossas acções nunca a de suas consequências

Responder

Voltar para “Projectos”